Top Blockchain Explorers And How To Use Them.

Principais exploradores de blockchain e como utilizá-los

Reading time

As blockchains servem como livros-razão para transações com criptomoedas, desenvolvidas em estruturas complexas que envolvem hashes, protocolos de contratos inteligentes, entre outros elementos técnicos. Precisamente por reconhecerem que isto pode ser complexo, ferramentas únicas, designadas por exploradores de blockchain, fornecem uma interface fácil de utilizar para consultar estas transações. Estes rastreadores dominam os princípios da transparência e da descentralização inerentes à indústria das criptomoedas. Os utilizadores e entusiastas das criptomoedas utilizam estas ferramentas para encontrarem transferências em criptomoedas, rastrear a fonte das transações e ferramentas mais avançadas que os especialistas em tecnologia considerarão úteis.

Iremos detalhar minuciosamente como é que funcionam os exploradores da blockchain e como pode utilizá-los para encontrar as suas transferências de criptomoedas.

Principais considerações

  1. Os exploradores de blockchain exibem informação de diferentes blockchains, incluindo transações, detalhes do bloco, endereços de carteira etc.
  2. Os scanners de blockchain utilizam vários protocolos API para interagirem com as blockchains, para alimentarem dados ao vivo à medida que estes ocorrem.
  3. Estes exploradores ajudam a encontrar informação sobre a transação utilizando o ID da transação/hash e os endereços das carteiras do remetente/destinatário.
  4. A inicialização de uma transação de criptomoedas espoleta um contrato inteligente que regista a transação blockchain que aguarda por validação.

Compreender os exploradores de blockchain

Os websites e as plataformas conhecidos como exploradores de blockchain fornecem informação em tempo real sobre a blockchain, focando-se particularmente nas transações de criptomoedas, endereços de carteiras e nos estados das transações (quer confirmadas ou não confirmadas). Os exploradores utilizam APIs e nós de várias blockchains e de redes para proporcionarem estes feeds ao vivo relativos às transferências de criptomoedas e às atualizações da rede blockchain.

Os utilizadores podem consultar as suas transferências de criptomoedas utilizando o endereço da carteira ou o ID da transação e verificar o estado da transação, o registo da hora e da data e em que blockchain foi realizada. 

Os exploradores de blockchain podem ser utilizados para encontrar ainda mais informação, que vai além daquela que um utilizador convencional talvez não procure, tal como o número de blocos produzidos, a criptografia do contrato inteligente, tokens queimados (se aplicável), o limite gas para cada transação e a saúde geral de uma blockchain. Os traders de criptomoedas também utilizam o terminal explorador para acompanhar carteiras de renome e especular sobre potenciais movimentos de preço e tendências de mercado. O explorador também exibe os endereços das carteira de criptomoedas do remetente e do destinatário, bem como um registo de transações prévias relativas a qualquer carteira. 

Habitualmente, estes rastreadores de transação estão associados a uma blockchain específica. Por exemplo, a app etherscan exibe transações realizadas na blockchain Ethereum, enquanto o tronscan é o explorador da blockchain TRON. No entanto, alguns websites exibem exploradores de várias blockchains onde os utilizadores podem encontrar mais transações em diferentes chains.

Funções dos exploradores de blockchain

Há muitos motivos para os verificadores de transação da blockchain serem úteis, desde permitirem que os utilizadores consultem as transações da carteira até aos registos de hora e data, bem como as taxas gas de cada transferência. 

Também é possível rastrear transações fraudulentas com os exploradores de bloco, eliminando as possibilidades de envolver-se em transações ilícitas ou de ser uma vítima das mesmas. Demos uma vista de olhos a alguns dos principais fins do explorador de blockchain.

Criar bases de dados de todas as transações

Os exploradores de blockchain exibem a aparência do livro-razão público das transações de criptomoedas, registando todas as transferências entre as carteiras de criptomoedas na blockchain associada. Os utilizadores também podem consultar quaisquer históricos de transações do endereço da carteira, bem como cada valor da transferência de criptomoedas. O endereço da carteira pode ser encontrado na barra de pesquisa, exibindo o saldo e o histórico de transação. No entanto, a informação sobre to titular da carteira não é exibida, preservando a privacidade da identidade.

É essencial observar que os exploradores estão associados a um blockchain específica, a não ser que utilizem um website explorador universal e exibam informação e transações realizadas nessa rede.

Exibem contratos inteligentes e criptografia

Os exploradores de blockchain exibem informação e detalhes avançados, tais como blocos utilizados para registar as transações e consultar outros detalhes registados no mesmo bloco.

Os utilizadores também podem consultar a atividade dos mineiros e dos validadores, que mineram e validam as transações de criptomoedas, resolvem equações aritméticas complexas utilizando criptografia e recebem recompensas que os motivam a continuar a minerar. Os nós validadores também recebem poder de votação, o qual pode ser exibido na liderança dos validadores, além de outra informação como primeiro/último bloco verificado, contrato inteligente, última atividade etc.

Detalhes da transação

As transações são denominadas como hashes e podem apresentar diferentes designações como  Hash ID, TxHash, ou TxID, que representam o comprovativo de pagamento e são utilizadas para acompanhar o estado e os detalhes da transação.

Os detalhes da transação no explorador incluem informação como o endereço da carteira do remetente/destinatário, hora da transação e a quantia da transferência. Os utilizadores também podem consultar os nós de validação que contribuem para a verificação da transação, o gas queimado e as taxas associadas, bem como quanto para quantos blocos é que a transferência contribui.

A Ethereum é a maior blockchain, ocupando 71% dos 68,61 milhares de milhões de dólares totais da blockchain.

Curiosidade

Como funcionam as transações nos exploradores de blockchain?

Quando qualquer endereço de carteira inicia uma transferência de criptomoedas para outro endereço de carteira, os contratos inteligentes são espoletados para verificarem a transação. O registo da transação é criado assim que os contratos inteligentes são implementados e o estado muda para pendente, aguardando que os nós de validação verifiquem a transação e adicionem um bloco à blockchain.

Tipicamente, esta informação é transmitida atempadamente para o explorador. No entanto, podem ocorrer alguns atrasos consoante o quão ocupada a rede blockchain está. A Ethereum e a Bitcoin são as blockchains mais utilizadas e, frequentemente, podem enfrentar congestão da rede, levando a atrasos na validação e ao aumento das taxas gas. 

Outras redes como a TRON e a Avalanche têm menos pessoas do que as redes ETH e BTC e podem processar as transações mais depressa. No entanto, a maioria prefere utilizar blockchains estabelecidas por motivos de segurança. 

Termos úteis nos exploradores de blockchain

Quando consulta o Explorador de Blockchain, deparar-se-á com várias terminologias que podem ser mal interpretadas, as quais explicaremos de seguida.

  • Bloco: um grupo de transações que são verificadas e ordenadamente encadeadas na blockchain.
  • Altura do bloco: o ID ou número do bloco no qual a transação foi realizada.
  • Tamanho: o tamanho de cada transação (denotado em Bytes) na blockchain. O tamanho da transação média varia entre 200 e 400 bytes e a blockchain pode caber em cerca de 1 MB de transações por bloco.
  • ID do Hash: a identidade da transação utilizada para procurar transações, também designada ID da transação, TxHash ou TxID.
  • Mempool: o Pool de Memória é um grupo de transações de criptomoedas não verificadas que ainda precisam de ser adicionadas à blockchain. O Mempool inclui transações pendentes que os mineiros ainda têm de verificar por vários motivos.
  • Blocos órfãos: estes são blocos com transações verificadas e confirmadas, mas qua ainda não foram adicionadas à blockchain porque o seu predecessor e sucessores ainda não foram identificados. Estes blocos permanecem por adicionar até que o seu predecessor e sucessores sejam conhecidos e as suas transações regressem ao Mempool.
  • Blocos obsoletos: estes são blocos com transações verificadas e confirmadas que também já foram cunhados, mas não são adicionados com êxito porque um ID de bloco semelhante foi adicionado no seu lugar e este bloco obsoleto perdeu o seu lugar devido à latência da rede.
  • Bloco génese: o primeiro bloco criado numa determinada blockchain, também designado Bloco 0, sendo que os restantes blocos são produzidos e cunhados sobre este.
  • Gas: As taxas gas são taxas de transação necessárias para verificar uma transação de criptomoedas. As taxas gas são dinâmicas e mudam segundo a congestão da rede de cada blockchain, denominada em USD ou na moeda nativa da blockchain.
  • Validador: os validadores são nós ou mineiros que verificam se uma transação cumpre os critérios dados e se pode ser acrescentada com sucesso à blockchain na bolsa para direitos de voto ou recompensas de validação (ex. tokens).

Principais exploradores de blockchain

As suas transações podem ser encontradas em vários exploradores, consoante a blockchain que utilizou para realizar o câmbio. Quer seja um scanner específico de uma blockchain ou um genérico, frequentemente, os scanners de blockchain fornecem os mesmos dados e recursos. Os melhores exploradores de blockchain são listados aqui.

Tronscan

A TRON é uma das blockchains mais comummente utilizadas, sendo a TRX a sua criptomoeda nativa. O processamento rápido da transação é uma vantagem significativa desta rede, classificando-a entre o top 10 das blockchains.

O TRONSCAN é um explorador interativo da rede blockchain TRON, com inúmeras opções e recursos para procurar, acompanhar e interagir com a blockchain TRON. A sua interface avançada permite-lhe consultar transações de criptomoedas e de tokens, detalhes criptográficos de contratos inteligentes, altura do bloco e muito mais informação em tempo real.

Os programadores, investidores e entusiastas das criptomoedas utilizam o Explorador Tron para obterem perspetivas sobre a rede TRON, a saúde geral da blockchain e outras finalidades.

Etherscan

A Ethereum é a blockchain líder onde a maioria das transações ocorrem e onde são desenvolvidos muitos projetos Web 3.0 e DeFi. Por conseguinte, a Etherescan é amplamente utilizar para acompanhar transações, bem como estados e atualizações da blockchain.

A Etherscan exibe minuciosamente as transações, os endereços de carteiras e os detalhes das taxas gas. A blockchain Ethereum envolve taxas gas nas suas transações para compensar os validadores e a Etherscan fornece uma perspetiva detalhada sobre estas taxas gas, preços médios, preços máximos e mínimos e muito mais. 

Este explorador é uma ferramenta essencial para os programadores de dApps e para a comunidade das criptomoedas monitorizarem a atividade na rede relativamente às criações Web 3.0, incluindo aplicações descentralizadas, ativos digitais, cunhagem de tokens e transações de criptomoedas.

Blockchain.com 

O Blockchain.com é o principal scanner da bblockchain, exibindo principalmente transações nas blockchains Bitcoin e Ethereum. O Explorador Blockchain.com permite-lhe integrar a sua carteira de criptomoedas e negociar diferentes criptomoedas através de dinheiro digital, conta bancária, Apple Pay, Google Pay etc.

Além de consultar o histórico de transações e os detalhes da carteira como a maioria dos exploradores, o blockchain.com permite-lhe consultar as campanhas de staking que utilizam BTC e que acompanham a atividade de vários projetos DeFi.

Este scanner utiliza várias integrações API para alimentar o seu feed de informação prontamente para o website e fornece uma página web sofisiticada para aprender mais sobre as normas e terminologias das criptomoedas.

BscScan

O BscScan é o explorador da Binance Smart Chain, o ecossistema da Binance Coin, BNB. O BscScan fornece informação detalhada sobre o estado da rede, transações na blockchain e detalhes sobre o token e contrato inteligente. 

Também é o lar de várias dApps e projetos descentralizados porque cobra menos taxas gas e tem um processamento de transação mais rápido do que na blockchain Ethereum.

Vale a pena mencionar que a BNB costumava operar na blockchain Ethereum até 2019, altura em que trocou para a Binance Smart Chain, aumentando o preço do token e os casos de utilização.

XRPscan

A Ripple Labs lançou recentemente o XRPscan em agosto de 2023, fornecendo uma interface distinta da maioria dos exploradores. 

A Ripple Blockchain é superior à blockchain Bitcoin porque processa as transações, cobra menos taxas e consome menos energia. Além disso, a rede XRP fornece uma funcionalidade cross-chain, o que a torna muitíssimo funcional no mundo centralizado e descentralizado. 

O XRPscan fornece uma perspetiva rápida sobre o histórico e as transações a decorrer, em conjunto com os seus detalhes, além da capacidade de obter uma conta IBAN e de a integrar com a sua carteira de criptomoedas. 

O explorador da blockchain XRP utiliza a REST API, um protocolo avançado que potencia a plataforma a fornecer várias soluções e funcionalidades. 

Solscan

A blockchain Solana é uma das blockchains líderes na criação, cunhagem e partilha de NFTs. Além disso, são criados e partilhados vários ativos digitais utilizando a blockchain SOL, potenciados pela sua interoperabilidade avançada.

Ao utilizar o Solscan, pode encontrar um histórico de transações na blockchain Solana, exibir detalhes do endereço da carteira, encontrar a base de dados de NFTs e muito mais.

A blockchain Solana alberga vários projetos DeFi e ao utilizar o Solscan, pode encontrar e acompanhar as atividades e campanhas de staking destes projetos, bem como encontrar e participar em diferentes DAOs e nas suas distribuições de direitos de votação. 

Como encontrar a sua transação no explorador de blockchain

A localização da sua transação de criptomoedas é simples e direta, podendo encontrar a sua transferência e o seu estado de várias formas.

Pode utilizar exploradores gerais que transmitem transações de várias blockchains utilizando o ID do hash da transação ou o endereço da carteira. Também pode utilizar um explorador específico da blockchain como o Tronscan, Etherscan, XRP scan etc.

Assim que realiza uma transferência de criptomoedas, verá um ID Hash ou um ID de transação que pode copiar e colar na barra de pesquisa do explorador e encontrar a transação e o seu estado. Consoante a congestão da rede, o estado pode demorar segundos ou minutos a mudar de pendente para aprovado quando chega à carteira do destinatário.

Também pode pesquisar utilizando o endereço da sua carteira copiando e colando-o na barra de pesquisa para acompanhar a atividade da sua carteira. Deve ver um registo da transação por volta da hora que a iniciou, exibindo o estado e a quantia transferida.

Caso receba um pagamento, também pode procurá-lo utilizando a sua carteira de criptomoedas ou ID de transação para saber mais sobre a transferência e o seu estado. No entanto, o explorador não revelará a identidade do titular da carteira.

Considerações finais

Os exploradores de blockchain são recursos online que fornecem acesso em tempo real a dados da blockchain, incluindo negociações, blocos, endereços de carteira, contratos inteligentes, criptografia, volume de trading, estado da rede etc.

Os utilizadores de criptomoedas examinam estes dados para se manterem atualizados sobre as suas transferências, acompanharem as suas transações, encontrarem e participarem em várias DeFi e iniciativas de staking e por aí adiante, todos os quais são possibilitados pela poderosa arquitetura API da plataforma.

Perguntas frequentes

Qual é o melhor explorador de blockchain?

O Blockchain.com é um dos melhores scanners de blockchain porque combina múltiplas chains, principalmente Bitcoin, a primeira criptomoeda e a blockchain correspondente. Além disso também fornece outras ferramentas para lá da pesquisa de transações, como formação, DeFi, bolsas e muito mais.

Como é que utilizo o Explorador de Blockchain?

Pode utilizar o ID Hash de uma transação para localizar e acompanhar a transação, a quantia transferida e os endereços do remetente/destinatário. Alternativamente, pode encontrar transferências de criptomoedas utilizando um endereço de carteira e encontrar a sua transação no histórico com o registo de hora e data correspondentes.

Qual é um exemplo de um explorador de blockchain?

O EtherScan é um bom exemplo de um explorador de blockchain que funciona na Ethereum, alimentando-se com informação da blockchain ETH relativa a transações, estado da rede, taxas gas, taxa TPS atual etc.

Porque deve utilizar o Explorador de Blockchain?

Os exploradores de blockchain são utilizados para encontrar e acompanhar transações de criptomoedas e encontrar informação relevante como endereços de carteira, volume de trading, hora e quantia da transação. Os exploradores de blockchain também são utilizados para encontrar outras atividades Web 3.0, como DAO, DeFi, campanhas de staking e cursos educativos.

Artigos recentes

How to integrate Bitcoin payment API
API de Pagamento Bitcoin: Como Escolher e Integrar
Educação 15.05.2024
PSP vs Payment Gateway: Which One is Best for You?
PSP vs Gateway de Pagamento: Qual deles Deve ser Integrado na sua Empresa?
Educação 10.05.2024
Why Should You Accept Ethereum Payments in 2024?
Formas de Aceitar Pagamentos com Ethereum em 2024
Educação 09.05.2024
Accept Bitcoin Payments - BTC
Como Adicionar o Pagamento em Bitcoin ao site
Educação 06.05.2024