Crypto Custody Providers

Compreender o Papel dos Custodiantes de Criptomoedas: Como Funcionam e Como Escolher Um

Reading time

Os custodiantes desempenham um papel essencial no sistema bancário tradicional desde os anos 60 do século XX. A subida de popularidade das criptomoedas criou uma maior necessidade de custodiantes, para garantir a proteção dos ativos virtuais.

A filtragem entre os inúmeros prestadores de serviços de custódia pode ser uma tarefa dantesca, contudo, a compreensão das principais considerações pode ajudar a tomar a melhor escolha para o seu negócio. 

Neste artigo, exploraremos a ideia de custódia de criptomoedas, discutiremos o papel dos custodiantes de criptomoedas no cenário das criptomoedas de hoje, e partilharemos algumas dicas sobre como escolher o prestador de serviços de custódia ideal para proteger os seus ativos digitais.

Principais Considerações

  1. Os custodiantes de criptomoedas protegem os códigos confidenciais necessários para aceder aos fundos armazenados numa carteira digital.
  2. Com a autocustódia, pode armazenar os seus ativos digitais sem intermediários, detendo as suas respetivas chaves privadas para a sua carteira por sua conta.
  3. Os custodiantes terceiros são organizações que detêm chaves privadas dos clientes e garatem a proteção dos seus fundos.
  4. Para escolher o prestador de serviços de custódia ideal, deve prestar atenção a fatores como as medidas de segurança, taxas e preços, licenciamento e acesso à Web 3.0.

O que é a Custódia de Criptomoedas?

A custódia de ativos, tradicionalmente associada a instituições financeiras do mercado de capitais, é responsável por proteger os ativos dos investidores e por prestar serviços como a liquidação de negociações, o câmbio, a compensação e a execução de ações empresariais. 

No entanto, a procura pela custódia de ativos digitais cresceu devido ao crescente investimento no espaço das criptomoedas. Os custodiantes de ativos digitais, tal como os custodiantes do mercado de capitais, são responsáveis pela custódia das chaves dos criptoativos dos clientes, garantindo que estão criptograficamente protegidos. 

Eles não detêm o ativo em si, mas gerem as chaves através da gestão segura da chave, garantindo que o ativo não pode ser acedido por qualquer outra entidade. 

Growth of the crypto asset volume under custody

Os custodiantes no contexto da custódia de criptomoedas são responsáveis por protegerem os códigos de acesso dos utilizadores para os seus fundos armazenados numa carteira de criptomoedas. Eles desempenham um papel crucial na popularização e na adoção extensiva de ativos digitais dado que são frequentemente evitados pelos investidores principais que os consideram inseguros.

As instituições financeiras tais como os fundos de cobertura, fundos de pensão, bancos de investimento e gabinetes de gestão patrimonial são obrigados, por lei, a ter um parceiro de custódia para garantirem a segurança dos fundos dos seus clientes. 

Com o interesse crescente dos principais investidores e empresas nas moedas digitais, há uma maior procura por serviços que garantam a segurança destes fundos.

Tipos de Custódia

Há dois tipos principais de custódia de criptomoedas: autocustódia e custódia de terceiro.

Autocustódia

A autocustódia é um método de armazenamento e de gestão de ativos digitais sem intermediários, semelhante ao armazenamento de dinheiro numa carteira ou num cofre, o que significa que a posse da chave privada para a sua carteira é só sua. Isto permite-lhe comprovar a propriedade e aceder aos fundos que detém na mesma. No entanto, este poder acarreta uma grande responsabilidade. 

Tem total controlo sobre a sua carteira, mas também suporta todos os riscos, tais como perder o acesso à sua cold wallet ou esquecer-se da chave privada, o que poderá resultar na perda permanente das suas criptomoedas.

Há dois tipos principais de soluções de autocustódia: armazenamento hot e cold.

O armazenamento hot é uma solução de autocustódia de criptomoedas que armazena e gere as suas criptomoedas utilizando uma aplicação ligada à internet — uma designada hot wallet — permitindo-lhe aceder às suas chaves privadas. Estas carteiras são populares entre os traders de criptomoedas devido à sua facilidade de acesso, permitindo transações e interação rápidas com dApps. 

No entanto, a ligação à internet também aumenta o risco de ataques informáticos ou de burlas, e é crucial confiar que o prestador da aplicação não tem vulnerabilidades que poderão expor as suas chaves privadas. As hot wallets mais comummente utilizadas são, por exemplo, MetaMask, Exodus ou TrustWallet.

Key differences between hot and cold storage

O armazenamento cold é uma alternativa segura ao armazenamento hot para ativos digitais, onde as chaves privadas não estão imediatamente acessíveis à internet. Este método é semelhante a guardar dinheiro num cofre pessoal, fornecendo segurança por não estar ligado à internet. 

No entanto, requer que volte a colocar os ativos digitais online antes de os utilizar, o que pode ser moroso. Para transferir ou para levantar dinheiro digital de uma carteira de armazenamento cold, os utilizadores têm de ligar as suas chaves à internet e enviar uma transação, semelhante a gastar dinheiro fiduciário numa loja. Este passo aumenta a segurança, mas reduz a acessibilidade.

Em 2011, a Electrum desenvolveu a primeira aplicação móvel de carteira Bitcoin para Android, reivindicando ser uma das carteiras mais populares e mais fáceis de utilizar.

Curiosidade

Custódia de Terceiro

Os custodiantes terceiros são instituições financeiras registadas com nível estatal ou licenças nacionais para atuarem como custodiantes. Eles protegem em segurança as chaves privadas de acesso às carteiras dos seus clientes e garatem a proteção das suas posses. 

Os utilizadores podem comparar este serviço a disporem de uma conta corrente num banco. Para abrirem uma conta e armazenarem criptomoedas num custodiante terceiro, os utilizadores têm de passar por verificações conheça o seu cliente e antibranqueamento de capitais para garantirem que os fundos não foram adquiridos ilegalmente.

How Third-Party Custody Works

Tipicamente, os prestadores de custódia de criptomoedas terceiros dispõem de medidas de segurança extensas, tais como autenticação de múltiplos fatores, encriptação e armazenamento cold, para protegerem os ativos dos clientes. Frequentemente, eles são muitíssimo experientes na gestão e na proteção de ativos digitais, fornecendo segurança, gestão do risco e conhecimento de conformidade. 

Adicionalmente, eles estão tipicamente cobertos por seguros contra perdas devido a roubo ou a outras atividades maliciosas, fornecendo proteção adicional. A supervisão regulatória garante a conformidade, particularmente para os investidores institucionais com requisitos estritos de proteção de ativos. 

Além disso, os prestadores de serviços de custódia terceiros disponibilizam interfaces fáceis de utilizar, ferramentas de gestão de conta e capacidades de geração de relatórios, tornando mais fácil o rastreio das posses e a gestão das carteiras de investimento.

Principais Aspetos da Custódia de Criptomoedas

Os serviços de custódia servem tanto clientes institucionais quanto privados, garantindo a disponibildade, a confidencialidade e a integridade das chaves privadas e da informação necessária para o seu restauro, permitindo que os clientes acedam aos seus criptoativos. Aqui tem os principais factos que caracterizam a custódia de criptomoedas.

Segurança

Os protetores de criptomoedas implementam várias medidas de segurança para protegerem os ativos digitais, incluindo carteiras de assinatura múltipla, encriptação, segurança física e armazenamento offline seguro das chaves privadas para prevenirem o roubo, a pirataria cibernética e o acesso não autorizado.

Cumprimento dos Regulamentos

Os custodiantes têm de cumprir com as restrições legais nas regiões onde desenvolvem o seu negócio, incluindo verificações KYC, protocolos AML e requisitos de declarações e de auditorias, entre outras obrigações.

Gestão da Chave Privada

Os serviços de custódia de dinheiro virtual são responsáveis por gerar, proteger e gerir chaves privadas que governam o acesso às posses digitais do utilizador, que são cruciais para assinar transações blockchain e para estabelecer a propriedade do ativo.

Seguro

As empresas de custódia de criptomoedas disponibilizam cobertura por seguro para protegerem os utilizadores de danos financeiros provocados pelo roubo ou por violações de segurança, fornecendo tranquilidade a quem lhes confia o seu dinheiro.

Acessibilidade

Os custodiantes têm de dar prioridade à segurança enquanto tornam os ativos acessíveis para gestão dos utilizadores, permitindo que os utilizadores iniciem levantamentos ou transferências desde que certas restrições de segurança sejam atendidas.

Serviços Prestados pelos Custodiantes de Criptomoedas

As instituições financeiras que prestam serviços de custódia para ativos tradicionais estão bem posicionadas para oferecerem serviços específicos de criptoativos, criando, por conseguinte, valor exponencial para o cliente. Esta vantagem competitiva é alcançada oferecendo uma ampla variedade de serviços financeiros para ativos baseados em criptomoedas, reforçando, por conseguinte, as suas ofertas gerais.

Os serviços de custódia de criptomoedas envolvem proteção, análise, trading, preços, avaliação, pagamentos e liquidações. Eles fornecem instalações de bloqueio digital para chaves privadas dos criptoativos dos investidores, permitindo-lhes ser detidos nos livros-razão públicos com a devida permissão do investidor. 

Os custodiantes fornecem perspetivas sobre a procura e volumes de transação, permitindo aconselhamento sobre a carteira de investimentos e informação dos preços em tempo real para atualizações de valor simultâneas da carteira de investimentos.

Range of crypto custody services

Os serviços de trading de criptomoedas podem ser prestados através de serviços internos ou do encaminhamento para bolsas selecionadas, e os serviços de pagamentos e de liquidação podem ser prestados utilizando os saldos de criptomoeda para transações como liquidação de contratos futuros. 

Os serviços de valor adicional incluem serviços de gestão de ativos, empréstimos e gestão de garantias. 

Os custodiantes têm de prestar serviços de gestão de ativos para garantirem que os saldos dos criptoativos refletem os livros-razão corretos. Eles podem facilitar a prestação e a contração de empréstimo de criptomoedas através de uma estrutura de conta omnibus apoiada por políticas de gestão de risco apropriadas. 

As criptomoedas também podem atuar como garantia, e os custodiantes podem prestar serviços de gestão de garantia aos clientes oferecendo estes ativos como garantia.

Taxas dos Custodiantes de Criptomoedas

Os prestadores cobram taxas pela proteção do dinheiro, tal como os bancos normais. Tipicamente, as taxas dos prestadores de custódia de criptomoedas enquadram-se em três categorias: taxas de custódia, de configuração e de levantamento. 

Os custodiantes terceiros cobram uma taxa de custódia anual por gerirem os criptoativos. Habitualmente, a taxa é inferior a 1% do valor total, contudo, esta depende da plataforma utilizada e da quantia dos seus ativos. 

As taxas de configuração de conta podem variar entre plataformas, mas a maioria cobra uma taxa fixa por abrir uma conta de custódia com esse prestador.

Os levantamentos podem incorrem num custo percentual. Por exemplo, a Coinbase cobra até 1% da quantia levantada. A taxa por levantar criptomoedas depende do prestador e da quantia de criptomoedas levantada, com alguns prestadores a cobrarem uma taxa fixa.

A autocostódia proporciona poupanças nas taxas de custódia, de configuração e de levantamento, mas não é gratuita dado que os utilizadores têm de manter as suas carteiras e de adquirir produtos de armazenamento para protegerem as suas chaves privadas.

Riscos da Custódia de Criptomoedas

Os custodiantes de ativos digitais fiáveis podem ser uma opção excelente para armazenar e para gerir o seu capital. No entanto, também estão suscetíveis a muitos riscos, principalmente devido a deterem as chaves privadas dos clientes, que permitem que os utilizadores acedam aos seus ativos digitais e se protejam do acesso ou das transações ilegais.

Terceiros podem controlar os ativos digitais se uma chave privada for comprometida, por exemplo, através de fraude ou de roubo. Por conseguinte, é muito importante criar e armazenar chaves privadas e as suas cópias de segurança de uma forma segura.

Quando as chaves privadas e as cópias de segurança dos utilizadores são comprometidas, estas podem perder a confidencialidade, a disponibilidade ou a integridade. 

Crypto custodians risks

Com a perda da confidencialidade, indivíduos não autorizados podem aceder às chaves privadas e às cópias de segurança para executarem transações com ativos digitais em nome do cliente.

A disponibilidade limitada das chaves privadas e das cópias de segurança faz com que o acesso aos ativos digitais seja difícil ou até impossível. 

O comprometimento da integridade das chaves privadas ou das cópias de segurança pode torná-las ilegíveis e fazer com que seja impossível aceder aos ativos digitais.

Como Escolher um Custodiante

As criptomoedas subiram a pique em termos de procura, levando à necedidade de haver soluções de custódia seguras e tornando os custodiantes de ativos digitais num elemento crucial da indústria das criptomoedas. No entanto, a escolha do custodiante ideal pode ser complexa. Aqui tem uma lista de aspetos sobre os quais deve ponderar quando seleciona entre prestadores de custódia de criptomoedas.

Segurança

Quando seleciona um custodiante, considere a sua infraestrutura de segurança, incluindo tecnologias de encriptação avançada e conhecimento técnico. Um custodiante tem de ter medidas de cibersegurança avançadas como armazenamento cold, carteiras de múltipla assinatura e módulos de segurança de hardware. As auditorias regulares de protocolos robustos, a cobertura por seguro e as normas avançadas como testagem de penetração, encriptação de dados e monitorização DDos 24/7 são essenciais para prevenir violações e perda de dados.

Factors to consider when choosing a crypto custodian

Licenças e Regulamentos

Um custodiante de ativos digitais licenciado oferece segurança e tranquilidade adicionais, enquanto a sua familiaridade com as leis e regulamentos locais indica estabilidade e fiabilidade. Os custodiantes também têm de cumprir com regulamentos como o KYC e o AML, com o devido licenciamento e supervisão para responsabilização e proteção de potenciais fraudes.

Transparência

Os custodiantes têm de ser transparentes quanto à sua segurança e gestão dos fundos, realizando auditorias e declarações frequentes. As supervisões e rastreio de transações da conta em tempo real também devem ser transparentes. Os custodiantes legítimos e especializados não falsificarão informação, garantindo transparência e responsabilidade.

Preço

A compreensão da estrutura de preços de um prestador de serviços de custódia de criptomoedas é crucial para a estruturação orçamental. Avalie os recursos e o valor do ativo quando analisa as soluções. A custódia ao nível institucional não tem de ser cara; procure por opções pagas consoante a utilização acessíveis para garantir uma solução financeiramente eficaz.

Acesso Web 3.0

Além de prestarem o armazenamento, os custodiantes de criptomoedas também devem permitir que os utilizadores naveguem pela Web 3.0 com confiança. Eles devem ligar os utilizadores a várias dApps e protocolos, tais como DeFi, NFTs e DAOs, além de oferecerem ferramentas e serviços de valor acrescentado como transferências instantâneas sem comissões, liquidação de confiança, monitorização on-chain, bots DeFi, staking e apoio de auditoria.

Histórico na Indústria

O histórico na indústria de um prestador de serviços de custódia demonstra a fiabilidade, resiliência e compreensão das necessidades do cliente. Procure custodiantes com uma presença duradoura que conseguem navegar pelos ciclos de mercado, proteger grandes transferências de criptomoedas e cumprir com protocolos de segurança rigorosos.

Principais Custodiantes de Criptomoedas

Os custodiantes de criptomoedas são essenciais na indústria de fundos de criptomoedas, e a escolha de um fiável é crucial para proteger os seus ativos. No entanto, caso esteja com dificuldade em escolher o armazenamento para os seus ativos, aqui tem os 3 principais prestadores de serviços de custódia de criptomoedas.

Coinbase Custody

A Coinbase, uma bolsa de criptomoedas líder nos EUA, lançou o seu serviço de custódia em 2012. A Coinbase ocupa uma posição de relevo e é considerada o melhor armazenamento de criptomoedas devido às taxas de serviço baixas e à elevada cobertura de seguro. É um prestador líder de serviços de criptomoedas, suportando centenas de tokens.

A Coinbase Custody disponibiliza uma plataforma segura e fácil de utilizar para guardar ativos digitais. O seu serviço de custódia é desenvolvido num modelo de múltiplas assinaturas, assegurando controlo total sobre os fundos sem um único ponto vulnerável. 

A tecnologia proprietária de armazenamento cold da Coinbase e os centros de dados geograficamente distribuídos fazem com que seja uma solução fiável para armazenar ativos digitais. O serviço também presta serviços de trading dedicados e apoio ao cliente 24/7 a nível mundial. Os protocolos de segurança avançados e os sistemas de gestão de riscos asseguram ainda mais a segurança dos fundos dos clientes.

A plataforma passa por auditorias regulares e permite que os utilizadores façam a participação dos fundos diretamente a partir das suas carteiras offline para obterem rendimentos.

BitGo

A BitGo é um dos principais custodiantes de criptomoedas, oferecendo soluções de segurança minuciosas para titulares de ativos digitais. Fornece serviços de armazenamento, de gestão e de controlo de acesso para criptomoedas como a Bitcoin, Ethereum e Litecoin. 

A BitGo utiliza tecnologias avançadas como carteiras de múltiplas assinaturas, sistemas de armazenamento de chave seguros e protocolos de garantia de qualidade para assegurar o nível mais elevado de segurança. A plataforma também oferece rastreamento do desempenho da carteira de investimentos em tempo real e cobertura de seguro para proteger os fundos de roubos ou de acessos não autorizados.

Anchorage

A Anchorage é um dos principais serviços de custódia de criptomoedas que fornece armazenamento seguro dos ativos digitais, utilizando tecnologia proprietária e segurança de nível institucional. A sua plataforma inclui autenticação com múltiplos fatores, armazenamento cold, serviços de custódia cobertos por seguro e monitorização 24/7 para proteger os ativos digitais dos clientes de roubos ou da perda dos mesmos. 

A Anchorage proporciona um acesso fácil aos fundos através de uma interface de bolsa integrada, ferramentas de análise open-source e relatórios de conformidade automatizados. Disponível tanto para indivíduos quanto para clientes empresariais, a Anchorage dá prioridade à privacidade financeira, à transparência e à confiança, tornando-a numa das escolhas preferidas para a proteção de criptomoedas.

Considerações Finais

As soluções de custódia de criptomoedas são cruciais para armazenar e proteger ativos digitais, garantindo a sua proteção contra roubos, acessos não autorizados e riscos inerentes ao espaço das criptomoedas. À medida que os serviços financeiros se adaptam, o papel da custódia de ativos digitais torna-se cada vez mais crucial, remodelando o futuro da responsabilidade financeira no reino virtual. 

A custódia de criptomeodas vai além da necessidade técnica; esta é um imperativo estratégico para desenvolver uma base segura e fiável para o futuro das finanças digitais. Os custodiantes de criptomoedas têm de manter-se na linha da frente, implementando medidas de segurança avançadas, dando prioriedade à experiência do utilizador e inovando continuamente para endereçarem as necessidades em constante mutação dos traders.

Perguntas Frequentes

Qual é a diferença entre carteira e custódia no âmbito das criptomoedas?

As carteiras sem custódia fornecem aos utilizadores controlo total sobre as suas criptomoedas, enquanto as carteiras com custódia são confiadas a um terceiro.

Qual é o maior prestador de serviços de custódia de criptomoedas?

A Coinbase Custody é um dos serviços de custódia mais significativos e fiáveis.

Quanto custa a custódia de criptomoedas?

Habitualmente, os custodiantes solicitam três tipos de taxas: taxa de custódia, a qual, tipicamente, ronda 1% do valor total; taxa de configuração, habitualmente uma taxa fixa; e taxa de levantamento, que depende do prestador e da quantia de criptomoedas.

Porque devo optar por um prestador de serviços de custódia de criptomoedas?

Os prestadores de serviços de custódia de criptomoedas qualificados beneficiam os grandes investidores ao protegerem as suas chaves privadas dos fundos de criptomoedas em troca de uma comissão. Contudo, devem ser consideradas as contrapartidas quando decide entre a autocustódia e o armazenamento em terceiros.

Artigos recentes

B2BinPay at Finance Magnates Africa Summit 2024
B2BinPay is Bound for Finance Magnates Africa Summit 2024
16.02.2024
Crypto Expo Dubai 2024
B2BinPay To Present at Crypto Expo Dubai 2024
15.02.2024
B2BinPay v19, Instant Swaps and Expanding Blockchain Support
A B2BinPay v19 está Aqui, Apresentamos os Swaps Instantâneos e o Suporte de Mais Blockchains
How Wrapping Coins Solves a Cross-Chain Problem
Como é que o Wrapping de Moedas Resolve o Problema Cross-Chain da Blockchain
Educação 13.02.2024