What is Crypto Payment Processing?

Compreender os Princípios Básicos do Processamento de Pagamentos Criptográficos

Reading time

A elevada popularidade das tecnologias de criptomoeda gerou muitos conceitos, em maior ou menor grau, revelando na prática as suas valiosas propriedades e características. 

Representando um modelo completamente novo de activos financeiros, cujo trabalho se baseia no sistema de registos distribuídos, as inovações criptográficas ganharam palavras não só no âmbito do comércio de câmbio, mas também no contexto do sector das soluções de pagamento para as empresas.

Como resultado do domínio dessas tecnologias, surgiu uma direção conceitual de sua aplicação para a possibilidade de liquidações mútuas usando ativos digitais, chamada processamento de pagamento criptográfico.

Este artigo tem como objetivo esclarecer o que é o processamento de pagamentos criptográficos e como funciona. Você também aprenderá quais vantagens e desvantagens ele tem. Por fim, examinaremos alguns aspectos técnicos do funcionamento do processamento de pagamentos criptográficos.

Principais conclusões

  1. O processamento de pagamentos criptográficos proporciona uma forma rápida e conveniente de lidar com activos digitais, independentemente das redes blockchain e dos canais de pagamento utilizados.
  2. O processamento de criptomoedas é um algoritmo complexo, passo a passo, que inclui verificação, hashing, criação de uma assinatura digital para uma transação, etc.
  3. A etapa mais importante e complexa no processamento de transacções criptográficas é a verificação, que combina um determinado número de validações em função da rede blockchain.

O que é o Processamento de Pagamentos Criptográficos?

A ideia de processamento de criptomoedas surgiu no meio da popularização das inovações criptográficas que afectam diferentes áreas do sector financeiro e várias outras, incluindo a indústria dos jogos, as finanças descentralizadas e vários projectos de cadeias de blocos, que visam simplificar, acelerar e unificar os processos de interação entre diferentes sistemas e elementos dentro da mesma infraestrutura. 

Neste caso, o papel do criptoprocessamento é um conceito fundamental subjacente à utilização de activos digitais (moedas) para permitir pagamentos de diferentes formas e entre diferentes entidades que interagem entre si.

O processamento de pagamentos criptográficos é um sistema fechado de cálculos matemáticos realizados com base em algoritmos de pagamento – um código de programa único, que é a base de todos os sistemas de pagamento modernos e permite realizar todos os tipos de operações relacionadas a pagamentos digitais, incluindo aqueles que funcionam com o uso de moedas fiduciárias.

Um sistema deste tipo assegura o bom desenrolar das operações de transação num único porta de pagamento em moeda criptográfica, que liga o terminal do vendedor, o terminal do comprador e vários outros elementos envolvidos no processamento.

how does crypto payment processing work?

Portanto, devido ao mecanismo mencionado acima, o processamento de criptomoedas é um método moderno e promissor de fazer acordos mútuos entre indivíduos e corporações gigantes, oferecendo muitas vantagens de aplicação prática, que serão discutidas abaixo.

Um sistema de processamento de criptografia pode oferecer opções adicionais, como uma carteira de criptografia incorporada para armazenar activos digitais e moedas fiduciárias.

Facto rápido

Vantagens consideráveis do processamento de pagamentos criptográficos

Apesar da sua novidade e talvez da complexidade da sua utilização em casos individuais, a tecnologia criptográfica de processamento de pagamentos digitais está a ganhar força em aplicações práticas no digital banking, no comércio e em muitas outras áreas de negócio de qualquer formato e escala.

Assim, graças às inúmeras vantagens, o processamento de criptografia oferece um formato completamente novo para fazer pagamentos de bens e serviços ou realizar transações de criptografia, tanto locais quanto internacionais. Vamos considerar os principais.

1. Segurança

O processador de pagamento de criptografia fornece um alto nível de segurança em questões relativas a transações entre diferentes endereços de criptografia e redes de blockchain. Através de técnicas avançadas de criptografia de dados, o processador de pagamento de criptografia bloqueia o acesso externo para solicitar qualquer informação de pagamento sobre a transação. 

Isto ajuda a proporcionar um ambiente seguro no qual as transacções criptográficas passam por várias fases de processamento antes de serem finalizadas, nomeadamente a verificação, em várias fases, a distribuição e a execução.

how secure are crypto payments?

Por outro lado, a segurança é fornecida devido à natureza descentralizada dos activos de criptomoeda e, logicamente, a maioria dos sistemas e serviços que fornecem trabalho com eles no contexto de diferentes necessidades. 

A natureza descentralizada das criptomoedas, na grande maioria dos casos, exclui a possibilidade de roubo de dados devido ao trabalho do sistema de registo distribuído dessas redes entre as quais a transação é realizada.

2. Eficiência

O processamento criptográfico de pagamentos é um método altamente eficiente de trabalhar com qualquer sistema de pagamento. Em primeiro lugar, o processamento de pagamentos oferece condições ideais para trabalhar com diferentes tipos de ativos, tanto em moeda digital como fiduciária, para aumentar o nível de conveniência dos pagamentos e conversão, se necessário.

role of a crypto payment API

Em segundo lugar, a eficiência do processamento de pagamentos em criptomoeda é garantida devido à sua versatilidade expressa na possibilidade de aplicação prática em qualquer infraestrutura pronta da empresa que forneça acesso a protocolos de pagamento, inclusive devido à presença de API connection, que permite o uso de sistemas e aplicativos de terceiros para criar simbiose e aumentar a produtividade geral do sistema de canais e protocolos de pagamento.

3. Acessibilidade global

Os sistemas de processamento de criptografia oferecem um método universal de fazer qualquer tipo de pagamento usando moedas digitais. Isso implica a conveniência de usar essas soluções tanto no mercado local (país, região, cidade) quanto na interação com empresas localizadas em diferentes partes do mundo, oferecendo as mesmas vantagens.

SWIFT vs blockchain transactions

Qualquer processador de criptomoeda suporta hoje uma função multi-moeda, suportando a maioria dos cripto-ativos e moedas fiduciárias existentes para trabalhar dentro da estrutura de pagamento. Além disso, as empresas individuais oferecem recursos e soluções adicionais para aprimorar os recursos do processador ao trabalhar com transações internacionais por meio de um gateway de pagamento criptográfico.

4. Custos reduzidos

Os gateways de pagamento de criptomoeda oferecem a vantagem há muito esperada de baixas taxas de transação quando se trata de aceitar pagamentos de criptografia. Isso é possível pelo fato de que toda rede blockchain, por sua própria natureza, possui uma infraestrutura complexa que suporta protocolos de pagamento sofisticados para a troca de informações de pagamento na forma de transações.

SWIFT vs blockchain transaction fees

Portanto, trabalhando com um gateway de pagamento de criptografia, é possível não apenas reduzir significativamente as taxas de transação no trabalho de qualquer rede blockchain, mas também economizar em custos menores associados à manutenção de contas e terminais comerciais quando se trata de trabalhar com sistemas de pagamento clássicos.

5. Fácil implementação e exploração

Quando se trata de aceitar pagamentos em criptomoeda, a conveniência e a facilidade de uso são os papéis menos importantes no trabalho com um gateway de pagamento em criptomoeda. Embora tecnicamente, o processo de processamento de transações (pagamentos) realizadas com o uso de ativos digitais seja bastante complexo e inclua muitas operações de fluxo invisíveis para compradores e vendedores, o uso prático desses sistemas não causa dificuldades porque muitos componentes funcionam automaticamente e não requerem conhecimento e experiência especiais na interação com instrumentos de pagamento em criptomoeda.

Por outro lado, existem empresas que oferecem serviços de locação de infraestrutura de processamento de pagamentos criptográficos trabalhando sob o modelo White Label, o que dá a oportunidade de utilizar todas as vantagens da solução por uma determinada taxa com posterior implementação da solução para outras empresas interessadas em pagamentos criptográficos B2B.

Desvantagens significativas do processamento de pagamentos criptográficos

Apesar de uma lista tão impressionante de pontos fortes que o processamento de criptografia possui, essa tecnologia não é objeto de atenção sem precedentes de pessoas físicas e jurídicas para fins de sua aplicação prática em necessidades pessoais. Isso se deve à presença de uma série de fatores que restringem sua adaptação e implementação ativas em grande escala. Os principais são os seguintes:

1. Regulamento

A esfera das inovações e projetos de criptomoeda é uma nova área do sistema financeiro que está florescendo e se desenvolvendo no mundo moderno. Devido à possibilidade de sua aplicação multifacetada em muitos processos da economia moderna e outras esferas da atividade humana, eles formam a base para a transformação de muitas operações habituais, incluindo pagamentos digitais.

challenges of crypto payment processing

No entanto, ao mesmo tempo, a falta de informação e de experiência na utilização prática desta tecnologia cria dificuldades e obstáculos específicos devido à excessiva atenção e investigação por parte de organismos reguladores cujas actividades visam limitar a sua utilização, incluindo a prevenção da violação dos interesses das empresas cujos desenvolvimentos e soluções correm o risco de perder a confiança e o interesse dos seus clientes devido à falta de novidade e praticidade.

2. Volatilidade dos activos digitais

Apesar de o processo de processamento de transações com moedas digitais ser uma ferramenta eficaz e universal para trabalhar com pagamentos no negócio digital, infelizmente, não oferecem proteção contra um dos fenômenos mais desagradáveis do mercado de criptografia, afetando fortemente o preço de um determinado ativo – a volatilidade.

No entanto, atualmente, algumas práticas permitem que surjam potenciais riscos no trabalho com moedas virtuais, nomeadamente o seu depósito, levantamento, transferência, conversão e armazenamento convencional. Para o efeito, recorre-se à clássica alocação de activos (diversificação), bem como à utilização de várias ferramentas e soluções analíticas de criptografia incorporadas que ajudam a proteger, pelo menos parcialmente, a natureza volátil deste mercado e dos seus activos.

3. Complexidade

Como já foi referido, apesar da sua simplicidade de utilização, tecnicamente, o cripto-processamento é um conceito bastante complexo, que exige conhecimentos de tecnologias de informação, nomeadamente programação, análise matemática e ciências afins, incluindo o desenvolvimento de soluções digitais aplicadas, etc., para compreender todos os meandros das soluções de cripto-processamento e garantir o seu bom funcionamento, sem interrupções.

Em regra, isto aplica-se ao pessoal que desenvolve essas soluções, uma vez que a qualidade e a fiabilidade do seu funcionamento dependem da correcta compreensão de todos os aspectos do seu trabalho.

4. Falta de normas

Hoje em dia, qualquer atividade relacionada com numerário e pagamentos e a sua utilização é estritamente regulamentada por diferentes instituições financeiras, com o objetivo de garantir a normalização e a unificação de processos e operações no âmbito do quadro de trabalho com serviços, sistemas e soluções de pagamento. Isto ajuda a garantir o cumprimento do quadro regulamentar, cujo objetivo é evitar a ocorrência de actos de utilização ilegal.

A esfera das criptomoedas carece atualmente de uma componente regulatória, o que significa que não existe uma abordagem padronizada para garantir as condições de trabalho dos sistemas de pagamento, gateways, bridges, processadores de pagamentos em criptomoedas e outros elementos envolvidos no processamento de pagamentos em criptomoedas.

5. Infra-estruturas subdesenvolvidas

Mais uma vez, a novidade da tecnologia é um obstáculo no caminho para a realização de todo o seu potencial. A imperfeição dos métodos de aplicação prática das inovações criptográficas para aceitar pagamentos obriga ao desenvolvimento de novas formas de garantir o bom funcionamento de todos os sistemas e elementos do processador para evitar falhas e erros repletos de consequências negativas.

Parte técnica do processamento de pagamentos com criptomoedas

É hora de entender com mais detalhes e se aprofundar nas nuances técnicas do processamento de pagamentos criptográficos, a fim de ter uma idéia de suas características e capacidades incorporadas em seu conceito. Isso ajudará a formar um quadro completo de compreensão da tecnologia e aplicação de diferentes abordagens para garantir a alta eficiência do sistema.

Para começar, o processamento de transações de criptomoeda tem um algoritmo consistente de ações ou etapas que são invariáveis em todos os casos, exceto em circunstâncias individuais além da operação regular do sistema. Portanto, vamos percorrer brevemente as principais etapas desse processo, cuja primeira etapa consiste no seguinte:

#1 Pedido de pagamento

Como um exemplo simples de uma situação em que uma empresa precisa de receber um pagamento em criptomoedas de outra empresa, o primeiro passo é o sistema de pagamento em criptomoedas enviar um pedido para receber o pagamento. Este pedido inclui uma grande quantidade de informações relacionadas com os detalhes do pagamento em si, ou seja, montante, tipo de ativo utilizado para o pagamento, data, etc., e também relacionadas com os dados do gateway de pagamento para identificar rapidamente a rede blockchain com que está a trabalhar. Assim que o processador recebe todas as informações necessárias da parte transacionadora, gera um endereço de pagamento.

#2 Geração de endereço de pagamento

Nesta fase, a plataforma de processamento de criptografia gera um endereço de criptografia digital para receber o pagamento. Como muitos ativos digitais e redes de blockchain são padrão em pagamentos digitais, o processo de geração de endereços é único, pois não há dois endereços para a mesma moeda iguais em redes diferentes. Isso evita atividades fraudulentas relacionadas ao roubo de fundos. 

Este processo é bem retratado no âmbito dos pagamentos criptográficos em qualquer uma das plataformas criptográficas atualmente existentes, onde, após selecionar a rede a partir da qual a transferência será feita, o sistema gera automaticamente um endereço composto por letras e números, que será utilizado para realizar a transação noutra plataforma.

#3 Ativação do gateway de pagamento

Um gateway de criptografia é um mecanismo complexo envolvido como um elo intermediário no processamento de pagamentos digitais. O seu papel é o processamento primário das transacções de entrada/saída para a validade dos dados originais, bem como a identificação de parâmetros secundários que determinam a origem da transação se esta for recebida, como o endereço a partir do qual foi realizada, a rede blockchain, o nome da organização ou plataforma que a realizou, etc.

#4 Assinatura digital da transação

As assinaturas digitais são uma forma de confirmar a autenticidade e a integridade de um documento ou transação digital. Nas criptomoedas, uma assinatura digital é criada através da aplicação de um algoritmo matemático aos dados da transação, utilizando a chave privada do remetente. A assinatura resultante é anexada à transação e transmitida à rede.

crypto transaction confirmation process

A assinatura prova que o proprietário da chave privada enviou efetivamente a transação e que esta não foi adulterada. Cada assinatura é única para uma determinada transação e não pode ser reutilizada ou replicada. Isto garante que a transação não pode ser duplicada ou alterada de forma fraudulenta.

#5 Pool de memória

Um mempool, ou pool de memória, é um mecanismo fundamental na tecnologia de registo digital, inicialmente popularizado pela Bitcoin e mais tarde adotado pela Ethereum e outras redes de blockchain. Funciona como um meio-termo dinâmico ou “sala de espera” para transacções não confirmadas, desempenhando um papel crucial na sequenciação e inclusão de transacções no registo da cadeia de blocos.

Blockchain memory pool scheme

Cada nó da rede blockchain mantém seu próprio mempool que armazena informações relacionadas a transações não confirmadas. 

Esta abordagem descentralizada significa tantos pools de memórias como nós, cada um recebendo e armazenando transacções em momentos diferentes e tendo várias capacidades, dependendo do seu hardware. 

Consequentemente, outros nós podem ter diferentes conjuntos de transacções pendentes num dado momento, o que leva a diferenças na dimensão dos mempools e no número de transacções na rede.

#6 Hashing e incorporação no bloco

O hashing é uma função matemática que converte dados de entrada de qualquer tamanho numa cadeia de caracteres de tamanho fixo ou hash. Cada hash é único, e qualquer alteração nos dados de entrada resultará num hash diferente. Por conseguinte, é impossível extrair os dados originais do hash, o que evita todo o tipo de problemas associados à perda de dados ou a alterações intencionais.

The bitcoin block header hashing algorithm

Cada transação na cadeia de blocos é representada por um hash único que serve de identificador. Este hash tem um comprimento fixo e é criado através do processamento dos dados da transação utilizando um algoritmo, após o que o hash é incluído no bloco seguinte para proteger este último através de uma função de hash criptográfica.

#7 Verificação do pagamento

Esta fase é provavelmente a mais importante e mais ampla, porque aqui há uma verificação a vários níveis das transacções em moeda digital, que fornece uma análise completa dos seus parâmetros de entrada e saída.

O processo de verificação é dividido em um número igual de confirmações, dependendo da rede blockchain escolhida para o pagamento. Por exemplo, a rede Bitcoin requer duas confirmações, enquanto a rede Ethereum requer 14 confirmações, independentemente dos gateways de pagamento criptográfico que as processam.

Conclusão

O processamento de pagamentos criptográficos tornou-se uma verdadeira solução inovadora para as empresas que têm dificuldades em trabalhar com sistemas de pagamento clássicos devido às suas desvantagens, principalmente comissões elevadas. 

Esta tecnologia oferece muitas vantagens e expande significativamente os limites do que é possível na utilização de activos digitais como pagamento de serviços e mercadorias de empresas modernas, criando um terreno favorável ao seu desenvolvimento no futuro.

FAQ

O que é o processamento de pagamentos criptográficos?

O processamento de criptografia é um conjunto de sistemas que funcionam com base em código de software para realizar vários tipos de transacções com activos criptográficos, incluindo depósitos, levantamentos, transferências, etc.

Como é estruturado o processamento de pagamentos criptográficos?

O conceito de processamento de criptomoedas baseia-se num modelo de protocolos de pagamento que formam canais que actuam como pontes entre diferentes cadeias de blocos para transferir informações de pagamento e fundos, sejam eles criptomoedas ou fiduciários.

Como é que se utiliza um sistema de processamento de criptomoedas nos processos empresariais?

Um gateway de pagamento criptográfico pode ser implementado na infraestrutura de uma empresa utilizando técnicas de programação modernas para maximizar a sua eficiência.

Quais são as vantagens do processamento digital de moedas?

O processamento de criptomoedas proporciona uma elevada segurança nas transacções, taxas reduzidas e acesso global a diferentes mercados.

O que deve ser considerado quando se trabalha com um processador de pagamentos com criptomoedas?

Antes de mais, vale a pena prestar atenção à gama de activos digitais que estarão disponíveis para trabalhar, bem como a outras opções e características que afectarão diretamente o processo de efetuar pagamentos.

Artigos recentes

B2BinPay at Finance Magnates Africa Summit 2024
B2BinPay is Bound for Finance Magnates Africa Summit 2024
16.02.2024
Crypto Expo Dubai 2024
B2BinPay To Present at Crypto Expo Dubai 2024
15.02.2024
B2BinPay v19, Instant Swaps and Expanding Blockchain Support
A B2BinPay v19 está Aqui, Apresentamos os Swaps Instantâneos e o Suporte de Mais Blockchains
How Wrapping Coins Solves a Cross-Chain Problem
Como é que o Wrapping de Moedas Resolve o Problema Cross-Chain da Blockchain
Educação 13.02.2024