Ethereum Roadmap and Future Prospects

Roteiro da Ethereum: Atualizações até à Data e Perspetivas Futuras

Reading time

O ano que vem assinalará uma década desde o lançamento da Ethereum, celebrando a sua posição pioneira na tecnologia blockchain. Graças à Ethereum Virtual Machine, a sua arquitetura torna possível uma ampla variedade de aplicações descentralizadas. Para se manter no topo, a Ethereum utiliza um roteiro dinâmico, que rege as melhorias e atualizações contínuas.

Uma parte essencial deste processo é a Proposta de Melhoria da Ethereum, que solicita contributos por parte da comunidade Ethereum com a finalidade de melhorar e de desenvolver a rede. As principais fases do roteiro da Ethereum, que incluem a atualização da beacon chain, são projetadas para aumentarem a segurança, escalabilidade e eficiência da rede. 

Cada atualização dentro do ecossistema Ethereum é cuidadosamente planeada e executada, desde a diminuição dos custos relativos ao armazenamento de dados até à melhoria no funcionamento da blockchain Ethereum. A estrita colaboração entre os programadores Ethereum e a comunidade em termos gerais garante que o plano de desenvolvimento da Ethereum mantém o ritmo, tanto para cumprir com as exigências dos utilizadores quanto em termos de avanços tecnológicos.

A importância da rede Ethereum é destacada pela excitação em torno da mais recente atualização, a Dencun, e das perspetivas futuras. Continue a ler e saiba mais sobre as atualizações e sobre o que o futuro reserva. 

Principais Considerações

  1. Desde a sua fundação, a Ethereum passou por transformações significativas, dando alta prioridade à escalabilidade, segurança e eficiência através de EIPs e de um roteiro dinâmico.
  2. Entre outras melhorias, a troca da Proof of Work para a Proof of Stake diminuiu o consumo de energia e melhorou o desempenho da rede.
  3. Crê-se que as últimas alterações, tais como o hard fork Dencun, lidem com os problemas de gestão de dados e de experiência do utilizador, enquanto tentam melhorar ainda mais a escalabilidade e reduzir os custos de transação.
  4. A comunidade Ethereum é essencial para o desenvolvimento da rede, ajudando-a a inovar continuamente e a adaptar-se no campo da tecnologia blockchain.

O Início e as Atualizações Iniciais

A principal finalidade da Ethereum, desde o começo, era criar uma plataforma de aplicações cdescentralizadas. A sua arquitetura potenciada pela Máquina Ethereum foi concebida para permitir transações flexíveis e aplicações sem autoridade central. A rede Ethereum deparou-se pela primeira vez com problemas em relação ao consumo de energia, custos de armazenamento de dados e escalabilidade.

A comunidade e os engenheiros Ethereum implementaram uma mudança significativa no mecanismo de consenso da rede para lidarem comm estes problemas. Esta mudança no caminho de sustentabilidade da Ethereum de Proof of Work para Proof of Stake significou um momento decisivo. A mudança destinou-se a diminuir drasticamente a utilização de energia da rede.

Esta mudança tornou-se mais acessível através do processo Proposta de Melhoria da Ethereum, que proporcionou aos participantes de todo o ecossistema Ethereum um fórum para discutirem e sugerirem modificações. Uma fase crucial nesta mudança foi a implementação da beacon chain, que estabeleceu a base para o novo processo de consenso. 

O objetivo desta atualização, que foi um componente do mais amplo roteiro de desenvolvimento da Ethereum, foi melhorar a segurança e a eficiência da rede.

Estas iniciativas demonstram a dedicação da Ethereum ao desenvolvimento contínuo, conforme destacado no plano de atualização da Ethereum. A previsão para a Ethereum indica que se preveem mais atualizações e melhorias. A comunidade Ethereum continua a liderar nestes avanços e a contribuir para o desenvolvimento contínuo da blockchain.

A Cronologia do Roteiro da Ethereum

Olhemos agora para o recapitular das fases da Ethereum. 

The path to Merge

A Merge

Com a Merge, a Ethereum passou por um momento decisivo significativo na sua história, dado que o método de consenso mudou da PoW para a PoS. Os dois principais problemas que esta alteração pretendeu endereçar foram o requisito de maior segurança da rede e os efeitos da PoW para o ambiente. 

A rede Ethereum diminuiu o seu consumo de energia implementando a Proof of Stake, com uma redução estimada de 99%. Esta mudança aumentou a sustantabilidade da Ethereum, enquanto também melhorou a segurança da rede, tornando mais dispendioso e desafiante para os piratas informáticos alterarem a blockchain.

A Surge

A melhoria da escalabilidade da rede Ethereum para um patamar superior foi o objetivo da Surge. A implementação do sharding procorou aumentar a capacidade de transação da rede dividindo a carga de trabalho do processamento de dados entre várias cadeias. 

Previa-se que as taxas de transação crescessem de aproximadamente 15 TPS para, possivelmente, 100 000 TPS. Ao garantir que a Ethereum conseguiria lidar com as crescentes exigências dos utilizadores e complexidade de aplicações, a Surge constituiu um passo crítico para tornar a Ethereum numa plataforma mais viável para dApps de grande escala.

A Scourge

A Scourge foi a terceira fase de atualização significativa, e o objetivo era resolver os problemas associados ao Valor Máximo Extraível (MEV) e à descentralização. O assegurar do processamento de transações justas e transparentes foi o seu principal objetivo. 

A Scourge procurou proteger a rede de técnicas de manipulação que dariam prioridade desigual a transações ou manipulariam a ordem das transações para a obtenção de ganhos financeiros através de medidas que contrariavam o MEV. 

Esta fase do roteiro colocou um forte ênfase no cumprimento da premissa de descentralização basilar da Ethereum, que garante o acesso justo ao processamento da transação para todos os utilizadores da rede.

A Verge

Ethereum the verge and the Purge

A Verge concentrou-se em proporcionar opções de ponta para o armazenamento de dados, com o intuito de aumentar a eficácia e escalabilidade da rede Ethereum. A Verge tentou melhorar a forma de armazenar e de tornar os dados acessíveis na blockchain através da introdução de tecnologias como clientes sem estado e Árvores Merkle. 

Isto diminuiu o custo do armazenamento de dados e fez com que fosse mais simples para os nós se juntarem à rede sem precisarem de muito hardware. O crescimento da Ethereum foi imensamente auxiliado com estes avanços, sem sacrificar a eficiência ou a velocidade.

A Purge

A Purge foi uma tentativa de melhorar o desempenho da rede removendo dados antigos que não eram necessários. A quantidade de dados registados na blockchain Ethereum aumentou com o seu crescimento, colocando mais pressão sobre os recursos da rede. 

A Purge teve como objetivo reduzir a carga da rede e melhorar a velocidade e a responsividade através da removação da necessidade de manter dados desatualizados indefinidamente. Esta atualização permitiu que a rede Ethereum se escalasse mais eficientemente, enquanto mantinha um desempenho excelente.

A Splurge

Esta fase, que é impulsionada pelos comentários e contributos da comunidade Ethereum, foca-se em abordar quaisquer problemas que permaneçam por resolver. Os atributos da Splurge incluem flexibilidade e adaptabilidade às exigências da rede e dos seus utilizadores. 

Esta enfatiza a dedicação da Ethereum para com o desenvolvimento contínuo, garantindo que a rede continuará a ser flexível e capaz de mudar para tirar partido de novas possibilidades e desafios.

O principal objetivo da Ethereum, ao contrário da Bitcoin, era agir como uma plataforma para aplicações descentralizadas, e atraiu pela primeira vez a atenção do público em 2013. 

Curiosidade

Marcos no Desenvolvimento da Ethereum

Ethereum's development

Algumas melhorias significativas serviram de base para o desenvolvimento da Ethereum antes da Merge. Estas melhorias foram essenciais na resolução de problemas urgentes e na disposição dos alicerces para melhorias futuras. De seguida, falaremos sobre algumas delas:

  • Byzantium – Enquanto componente da atualização Metropolis, a Byzantium acrescentou novos recursos à rede Ethereum. Foi essencial para configurar protocolos que, subsequentemente, permitiriam que a Ethereum passasse para o mecanismo de consenso PoS.
  • Constantinople – O desempenho da rede Ethereum melhorou consideravelmente com esta atualização. Assegurou um caminho mais suave para a Ethereum 2.0 diminuindo as taxas de transação para tipos de ação específicos e atrasando a bomba de dificuldade para se preparar para trocar da PoW para a PoS.
  • Berlin – Deu prioridade à atualização do código da Ethereum Virtual Machine e em maximizar os preços gas. Estes ajustos foram realizados com a intenção de melhorar a experiência do utilizador em termos gerais e de gerir mais eficazmente a quantidade massiva de dados produzidos pela rede.
  • London – A EIP-1559, uma alteração substancial na estrutura do custo de transação da Ethereum, fez parte desta atualização. Num esforço para diminuir a taxa de inflação da ETH e de melhorar a previsibilidade da transação, esta atualização acrescentou uma taxa base por bloco que queima uma percentagem das taxas de transação.

Todas estas foram seguidas pela Merge, que demonstrou o potencial da rede para saltos evolutivos gigantes e assinalou um avanço significativo no roteiro de atualização da Ethereum. Abriu o caminho para as seguintes melhorias e continua a impactar as projeções da Ethereum para a capacidade da rede para a inovação e adaptação do ecossistema.

A Última Atualização: Dencun

Dencun update

No início de 2024, a Ethereum implementou a atualização Dencun, que representou uma melhoria substancial nas suas capacidades técnicas. Sendo uma parte essencial do desenvolvimento contínuo da Ethereum, esta atualização procura melhorar a eficiência e escalabilidade da rede. O objetivo da atualização Dencun da Ethereum é melhorar as soluções de escalamento de camada 2 com armazenamento de dados mais eficaz, diminuindo possivelmente as suas despesas operacionais e, consequentemente, as taxas para o utilizador final.

A comunidade Ethereum está a pensar na atualização Prague/Electra após a Dencun. O principal tópico de discussão relativo a esta possível atualização é se se deve implementar alguns recursos basilares centrais todos de uma só vez ou alguns menores no decorrer de 2024. O plano do roteiro da Ethereum para a melhoria e adaptação contínuas ao mutável ecossistema digital gira em torno destas conversas.

Componentes Críticos da Atualização Dencun

  • EIP-4844 (Proto-Danksharding) – Ao melhorar a disponibilidade dos dados e ao cortar nas despesas relacionadas com o armazenamento de dados, esta proposta procura diminuir as taxas gas nas redes de camada 2. Fruto disso, prevê-se que a implementação das taxas gas diminua drasticamente, fornecendo aos clientes da rede um ambiente mais económico.
  • Abstração da Conta (ERC-4337, ERC-6900) – Estas propostas pretendem melhorar a segurança da gestão da conta e simplificar os processos de transação para otimizar as experiências dos utilizadores. Uma interface mais fácil de utilizar com a rede Ethereum é possibilitada através da abstração da conta, o que encoraja a adoção mais abrangente.
  • EIP-1153 (Opcodes de Armazenamento Transitório) – Com o objetivo de otimizar a utilização gas e de melhorar a eficácia das operações de contrato, este método propõe uma forma de lidar com dados transitórios durante a execução de contratos inteligentes.
  • EIP-4788 (Beacon Block Root Commits) – Esta proposta pretende melhorar a funcionalidade geral da rede garantindo mais acesso direto aos dados de consenso e fortalecendo a ligação entre a Ethereum Virtual Machine e a Ethereum beacon chain.
  • EIP-5656 (MCOPY Opcode) – Antecipa-se que esta atualização poupe nos custos de operação e melhore o desempenho otimizando operações de memória dentro dos contratos inteligentes.
  • EIP-6780 (Restrict SELFDESTRUCT) – Esta proposta procura simplificar a gestão do estado e estabilizar a rede restringindo a função SELFDESTRUCT, algo que suportará a escalabilidade e manutenção a longo prazo da Ethereum.

O Papel da Comunidade no Progresso

Ethereum inception

O roteiro da Ethereum é desenvolvido com um contributo significativo da comunidade. Estes programadores, utilizadores da Ethereum e partes interessadas trabalham em conjunto para proporem e melhorarem atualizações.

As propostas de melhoria para a Ethereum são uma forma de discutir novos recursos, realizar alterações na blockchain Ethereum e de colocar essas alterações em ação. Ao fazerem-no, a Ethereum consegue permanecer na linha da frente da tecnologia blockchain, dado que a rede se adapta aos requisitos e perspetivas da sua comunidade.

A participação da comunidade na gestão dos vastos dados gerados, otimização da disponibilidade de dados e melhoria dos contributos destaca o trabalho de equipa necessário para manter e aumentar a Ethereum. A comunidade utiliza EIPs para resolver problemas com contas detidas externamente, contratos inteligentes e a escalabilidade e segurança gerais da rede.

Direções e Desafios Futuros

Além dos avanços tecnológicos, o roteiro para 2024 e mais além da Ethereum coloca um foco estratégico na utilização das suas vantagens, mais concretamente nas suas características de escalabilidade e de segurança. É essencial manter o controlo sobre a concentração de Ethereum participada e melhorar o mecanismo de segurança da rede à medida que esta cresce. Os avanços tecnológicos como o restaking têm o potencial para expandir os casos de uso da Ethereum e fortalecer a sua posição como a espinha dorsal da mais extensa rede blockchain.

A dedicação da Ethereum a uma filosofia de design modular destaca a sua atitude para com a inovação, cooperação e competição, mesmo diante da concorrência. Esta mentalidade prepara a Ethereum para uma nova fase de expansão e proeminência na indústria das Plataformas de Contratos Inteligentes, além das capacidades de desenvolvimento da rede e a possibilidade de uma ETF Ethereum.

Considerações Finais

O caminho da Ethereum desde a sua criação, há praticamente dez anos, enfatiza o papel crítico que desempenha na tecnologia blockchain. O seu compromisso para com a inovação contínua, impulsionado pelos contributos dos clientes Ethereum, é demonstrada pelo seu roteiro dinâmico e processo EIP. Pontos de viragem importantes, como a troca da Proof of Work para a Proof of Stake, tornaram-se possíveis graças a esta abordagem cooperativa, que melhorou a eficiência e sustentabilidade da rede.

A escalabilidade e eficiência são o foco das inovações recentes, tais como o hard fork Dencun, que também pretende gerir quantidades massivas de dados criados e reduzir os custos de transação. Estas melhorias, que variam entre abstração de conta e proto-danksharding, demonstram um esforço concentrado para melhorar o protocolo Ethereum para uma experiência de utilizador mais favorável e adoção mais abrangente.

Perguntas Frequentes

O que é o roteiro da Ethereum?

O roteiro da Ethereum é uma fase de desenvolvimento do sistema, que é constituída por seis fases e foi apresentada pelo seu cofundador, Vitalik Buterin.

Quando foi lançada a atualização Dencun?

A atualização Dencun foi lançada em março de 2024.

Quando foi lançada a Ethereum 2.0?

Foi lançada em dezembro de 2020.

Qual foi o preço mais elevado da Ethereum?

O máximo da Ethereum foi de 4721,07 $.

Artigos recentes

How to integrate Bitcoin payment API
API de Pagamento Bitcoin: Como Escolher e Integrar
Educação 15.05.2024
PSP vs Payment Gateway: Which One is Best for You?
PSP vs Gateway de Pagamento: Qual deles Deve ser Integrado na sua Empresa?
Educação 10.05.2024
Why Should You Accept Ethereum Payments in 2024?
Formas de Aceitar Pagamentos com Ethereum em 2024
Educação 09.05.2024
Accept Bitcoin Payments - BTC
Como Adicionar o Pagamento em Bitcoin ao site
Educação 06.05.2024